Avaliação De Pacientes Com Rebordos Edêntulos: Substituição Ou Necessidade Protética

Título: AVALIAÇÃO DE PACIENTES COM REBORDOS EDÊNTULOS: SUBSTITUIÇÃO OU NECESSIDADE PROTÉTICA
Data: 2006
Autor: Rodolfo Lopes Fernandes
Orientador: CD – Carmeluce Barbosa
Coorientador: Profa. Dra. Estela Santos Gusmão
Resumo: Realizou-se um estudo observacional do tipo transversal cujo objetivo foi identificar os pacientes que tinham rebordo edêntulo e eram usuários ou não de aparelho protético removível, parcial ou total, nas arcadas superiores e inferiores, nas regiões anteriores e posteriores, verificando, ainda a razão da perda dentária, região e grupo de dentes perdidos, e relacionando com a idade e ao sexo dos pacientes. O exame clínico foi realizado através de inspeção visual em pacientes inscritos para tratamento nos cursos de Periodontia e Prótese Dentária, da Escola de Aperfeiçoamento Profissional – EAP, da SCDP-ABO/PE. Foram avaliados 93 pacientes, onde 63,5% tinham necessidade de recompor o espaço edêntulo e 95% dos pacientes precisavam substituir a prótese utilizada; a maioria dos entrevistados foi do sexo femonino, com 68,8%; etária de 40 a 59 anos mais prevalente; registrou-se associação significante entre uso de prótese e faixa etária (p < 0,05), aumentando a procura com elevação da faixa etária; a maior perda dentária ocorreu na arcada superior com diferença significante ao nível de 5,0% (p < 0,05); entre os grupos de dentes perdidos, os molares obtiveram a média mais elevada, segundo teste F e através dos testes de comparações pareadas de Tukey; a principal razão da perda dentária, com 64,5%, foi cárie dentária, porém a única causa com associação significante foi o trauma (p > 0,05), mais prevalente entre os homens. Na conclusão deste trabalho foi possível confirmar que existe um grande número de pessoas edêntulas não reabilitadas proteticamente, e os que utilizam prótese, apresentam-se na maioria com baixa qualidade, tornando, assim, visível os efeitos tanto da falta do aparelho protético como da baixa qualidade destes.