O sistema CVDentus® e o comportamento infantil

Título: O SISTEMA CVDENTUS® E O COMPORTAMENTO INFANTIL
Data:
Autor: Marcela Coutinho Domingues
Orientador: Profa. Dra. Kátia Virgínia Guerra Botelho
Coorientador: Prof. Dr. Geraldo Bosco Lindoso Couto
Resumo: Procurando favorecer um comportamento infantil colaborador no consultório odontológico, o odontopediatra deve buscar técnicas preventivas e equipamentos avançados que proporcionem tratamentos rápidos, conservadores e, acima de tudo, mais confortáveis para o paciente. Desta forma, novos métodos de preparo cavitário são utilizados na odontologia, como laser, microabrasão a ar, remoção químico-mecânica da cárie dentária e a ponta de diamante-CVD. Este estudo teve como objetivo avaliar o comportamento infantil frente ao uso do sistema CVDentus® (brocas de diamante-CVD acopladas ao aparelho de ultra-som). Participaram do estudo 27 pacientes com idade entre 4 e 12 anos (média de 7,6 ± 2,56 anos), sendo 16 (59,3%) do gênero masculino e 11 (40,7%) do gênero feminino. As crianças tiveram seu comportamento avaliado durante o tratamento odontológico com o uso do sistema CVDentus® através das Escalas de Frankl e Houpt. Na análise dos resultados foi utilizado o software Epiinfo 6.04. De acordo com resultados obtidos, foi possível concluir que houve uma boa aceitação do sistema CVDentus® pelas crianças, as quais apresentaram um menor percentual de choro e de movimentos bruscos, bem como uma maior cooperação. Observou-se associação entre as duas escalas em relação aos itens cooperação (p=0,003), choro (p=0,001) e apreensão (p=0,02) indicando confiabilidade e validade das mesmas.