Prótese Total Sobre Implante (Diferentes Posicionamentos Dos Implantes Para Sua Fixação)

Título: PRÓTESE TOTAL SOBRE IMPLANTE (DIFERENTES POSICIONAMENTOS DOS IMPLANTES PARA SUA FIXAÇÃO)
Data: 2008
Autor: Alexandre Martins Rizuto
Orientador: Prof. Carlos Roberto Braga Dias
Coorientador:
Resumo: A diferença básica entre as próteses totais convencionais e as fixadas por implantes está na sua sustentação. Enquanto as primeiras flutuam sobre as gengivas, as sobre implantes são fixas nos ossos maxilares por parafusos e encaixes, dando ao seu usuário a sensação agradável de poder desfrutar de todos os prazeres conhecidos no passado, como os de poder mastigar, morder e sorrir com segurança. Os implantes osseointegrados assumiram um papel definitivo na área reabilitadora da Odontologia, graças a sua condição de biocompatibilidade e sua alta previsibilidade de sucesso nos tratamentos dentais. É lógico pensar que, no sentido coerente na evolução das pesquisas, novas tecnologias vão se agregando às já existentes, permitindo incorporar cada vez mais os conhecimentos. Este trabalho teve como objetivo realizar uma revisão na literatura a fim de decorrer sobre as principais formas de posicionamento dos implantes nos pacientes que possuem maxilares edêntulos totais. Foi concluído neste estudo que a fixação de implantes inclinados fazendo uso de técnicas tais como a do All on Four (standard, híbrido e zigoma), além da fixação Pteriogmaxilar ou Tuberosidade têm sido as técnicas mais utilizadas. Ainda, com o advento das tomografias computadorizadas e tecnologias de softwares avançados, surgiram as cirurgias guiadas proporcionando o mínimo de trauma ao paciente.