Verticalização De Molares

Título: VERTICALIZAÇÃO DOS MOLARES
Data: 2007
Autor: Renata da Costa Carvalho
Orientador: Prof. Dr. Luiz Garcia da Silva
Coorientador:
Resumo: Este trabalho apresenta as causas e conseqüências clínicas da inclinação dos molares, discute as vantagens da verticalização de molares e apresenta várias técnicas utilizadas pelos ortodontistas. Além de descrever as técnicas mais comuns e importantes, também apresenta ilustrações sobre dispositivos ortodônticos necessários à verticalização desses dentes. Na clínica diária, depara-se, freqüentemente com molares inclinados mesialmente, devido à perda precoce de molares decíduos ou permanentes, anodontia dos segundos pré-molares, irrupção ectópica ou ainda o uso prolongado de PLA ou AEB, resultando em impacção de segundos e terceiros molares. A inclinação dos molares, usualmente, desenvolve defeitos infraósseos na mesial do molar inclinado e redução do espaço inter radicular na distal do dente. O movimento de verticalização de molar é difícil de se obter sem provocar extrusão, e frequentemente produz contatos prematuros e abertura de mordida. Conclui-se que as vantagens de verticalização dos molares foram: maior facilidade de higiene na região mesial do dente; eliminação do ambiente periodontal patológico; correção do defeito ósseo proximal, melhor relação coroa-raiz e prevenção do trauma oclusal.